Translate this blog

27 de novembro de 2011

Museu da Cidade

Uma vez que você foi até o lado norte de Lisboa conhecer o Jardim do Campo Grande, que tal dar um pulo no Museu da Cidade? Como o nome já diz, o local é dedicado à preservação da história da cidade. Ok .. pode não ser a coisa mais interessante do mundo, mas uma vez estando nessa região, cercada de faculdades e repleta de estudantes, por que não dar uma olhada na história de uma das cidades mais antigas do mundo?

O museu foi inaugurado em 1942. Não no local onde está hoje. Para o Campo Grande o acervo só foi em 1979. Como todo bom museu há exposições temporárias e permanentes. Mas tudo diz respeito à cidade. Lá o visitante pode ver a Lisboa pré-terremoto de 1755, toda em 3D. Para conferir o acervo paga-se 2 euros.  

O Museu da Cidade tem uma coleção bem grande e diversificada. São pinturas, cartografias, desenhos, gravuras, objetos de arqueologia, azulejaria e maquetes. O objetivo é mostrar a evolução histórica de Lisboa desde o período da Pré e Proto-história até aos primeiros anos do séc. XX. 

O que eu recomendo?

- Lisboa, centro do Império - séculos XV e XVI
Como ex-colônia portuguesa, o Brasil tem muita relação com este período poderoso do país, que à época era de fato o centro do mundo. Enriquecida com a comercialização dos produtos chegados do Oriente, Lisboa sofre nesse período grandes transformações urbanas. Com a construção do Palácio da Ribeira, o Terreiro do Paço torna-se a principal praça da cidade e o centro político e econômico de Lisboa e do Reino.